Você está aqui: Home » Anestésicos

Anestésicos

Aspen anuncia assinatura de acordo de comercialização para anestésicos da AstraZeneca

A Aspen Holding está feliz em anunciar que sua subsidiária integral, Aspen Global Integrada (“AGI”), assinou um acordo com a AstraZeneca AB e AstraZeneca UK (“AstraZeneca”) enquanto AGI vai adquirir os direitos exclusivos de comercialização do portfólio de anestésicos (“o Negócio”) AstraZeneca globalmente (exceto nos EUA).

O portfólio de anestésicos AstraZeneca compreende sete medicamentos estabelecidos no mercado, chamados Diprivan (anestesia geral), EMLA (anestesia tópica) e cinco anestésicos locais (Xilocaína, Xylocard, Xyloproct, Marcaína, Naropin, Carbocaína e Citanest) (“o Portfólio”). Os produtos do portfólio são vendidos em mais de 100 países ao redor do mundo incluindo China, Japão, Austrália e Brasil. Esses produtos geraram revenda anual de US$ 592 milhões em 2015.

O Negócio
Em termos de concluir o acordo, como contrapartida dos direitos de comercialização, AGI vai pagar US$ 520 milhões e porcentagem de dois dígitos em royalties de vendas do portfólio. Adicionalmente, a AGI vai realizar pagamentos relacionados a vendas de até US$ 250 milhões baseados nas vendas dos 24 meses após a negociação. AGI e AstraZeneca também assinaram um acordo de fornecimento onde a Astrazeneca vai fornecer os produtos anestésicos para a AGI. O acordo de fornecimento foi feito pelo período inicial de 10 anos. Atividades comerciais vão passar para a AGI em um período de curto a médio prazo, de acordo com um plano estabelecido. Durante o período de transação, AstraZeneca vai continuar a prover certos serviços de comercialização para a AGI. Com base nos termos dos acordos e custo atual do financiamento da Aspen, o interesse de Aspen no Portfólio teria gerado uma contribuição para o lucro antes dos impostos de cerca de US $ 100 milhões no ano de 2015.

Financiamento
O investimento futuro da AGI será financiado por novas facilidades de débito acordadas previamente.

Fundamentação
Um elemento chave na estratégia de expansão inorgânica do AGI é adquirir produtos cuja área terapêutica são tanto um nicho natural quando um complemento para operações já existentes. Até esse momento, AGI identificou os anestésicos como uma categoria terapêutica que apresenta a oportunidade de acrescentar valor significativo ao Grupo Aspen. Como uma categoria de farmacêuticos que envolvem primariamente a manufatura estéril dispensada em grande escala nos hospitais e clínicas, os anestésicos apresentam a oportunidade de aumentar a já existente força de vendas da Aspen em hospitais – atualmente promovendo anticoagulantes - e no tempo devido, capacidade de fabricação estéreis. Além disso, os territórios chave onde o portfolio é vendido representam um encaixe excelente com as operações geográficas da Aspen já em andamento, e os mercados onde a estratégia futura é focada.

Ao concluir o negócio, a Aspen ganhou acesso imediato não apenas ao portfólio de marcas excepcionalmente grandes, mas também ao conhecimento científico e estratégico do AstraZeneca, uma das maiores companhias farmacêuticas e líder no mercado de anestésicos.

Realização
A transação está sujeita às condições habituais de fechamento e está previsto para ser concluído durante o primeiro trimestre do ano financeiro de 2017 da Aspen.

Categoria do Negócio
O negócio está dentro da categoria 2 de negociação nos termos do JSE Limited Listings Requirements.


Sobre o portfólio anestésico da AstraZeneca:

Carbocaína (mepivacaína): Anestesia local em solução para injeção para as técnicas: infiltração local, pequenos e grandes bloqueios de nervos, bloqueio epidural e artroscopia.
Citanest (prilocaína): Anestesia local em solução para injeção para as técnicas: infiltração local, pequenos e grandes bloqueios de nervos, bloqueio epidural, artroscopia e anestesia local intravenosa.
Diprivan (propofol): Sedativo/anestesia de ação curta para: indução/manutenção de anestesia geral, sedação de pacientes ventilados na UTI e pacientes conscientes para procedimentos cirúrgicos e de diagnóstico.
EMLA (lidocaína + prilocaína): Anestésico tópico 1g de creme/ emplastro contendo uma mistura eutética de 25mg de dois de cada anestésico local (lidocaína e prilocaína), para: Anestesia em creme da pele para inserção de seringa, procedimentos cirúrgicos superficiais, mucosa genital (ex. após procedimento cirúrgico superficial ou infiltração), úlcera de perna, para facilitar a limpeza mecânica.  Anestesia com emplastro de pele intacta em conexão para pequenos procedimentos, como inserção de agulha e tratamento cirúrgico de lesões localizadas.
Macaína (bupivacaína): Anestesia local em solução para injeção para: anestesia local incluindo infiltração, pequenos e grandes bloqueios de nervos, bloqueio epidural e artroscopia.
Naropin (ropivacaína): Anestesia local em solução para injeção para: Anestesia de epidural para cirurgia, incluindo cesáreas, intratecal e pequenos e grandes bloqueios de nervos.  Tratamento de manutenção de dor: Epidural contínua ou intermitente, bloqueio de campo, injeção intra-articulada, bloqueio de nervo periférico contínuo ou injeções intermitentes. Tratamento de dor aguda na pediatria para dor pré e pós-operatória, bloqueio epidural caudal e bloqueio periférico.
Xilocaína (lidocaína/ lignocaína): Anestesia local em solução para injeção para: infiltração local, pequenos e grandes bloqueios de nervos, bloqueio epidural, artroscopia e anestesia local intravenosa e anestesia tópica.

© Aspen 2012. All rights reserved | Termos legais
promenade